Explore a abrangente planilha com códigos de resposta HTTP

page_watches 247288 page_stars
img-border http status codes

Com muita frequência, você poderá enfrentar erros como 404 e 301, mas há muitos códigos de status HTTP com os quais você pode não estar familiarizado. Antes de entrar em pânico, é melhor ler este artigo, criado para informá-lo sobre o significado dos códigos de vários erros que podem ocorrer ao longo do caminho. Alguns deles estão diretamente conectados ao servidor ou ao cliente, e alguns não são muito relevantes, é muito improvável que você os veja, mas, por interesse e conhecimento eles devem ser incluídos.
Abaixo está uma tabela útil com a qual você poderá encontrar o erro de seu interesse e descobrir seu significado:

 

100 301 405 417 450
101 302 406 418 451
102 303 407 422 500
200 304 408 423 501
201 305 409 424 502
202 306 410 425 503
203 307 411 426 504
204 400 412 428 505
205 401 413 429 506
206 402 414 431 507
207 403 415 444 509
300 404 416 449 510

 

1xx Códigos de Informação

 

100 Código do Servidor Continuar

100 Continuar significa “operação normal“ isso quer dizer que o usuário fez uma boa solicitação e o servidor iniciou o processamento. Esse é um código de resposta temporário que acontece apenas quando usuário aguarda a resposta final do servidor que ocorre somente após o último pacote de dados ser enviado.

Quando esse código pode ser usado? Este é um código interno e, às vezes, nem é gerado se o  usuário já tiver recebido alguns dados do servidor. Isso é como uma mensagem para o servidor de que a conexão foi estabelecida com sucesso e “as portas estão abertas”. Envie os dados, mas não se esqueça de fechar a porta quando terminar (me refiro ao código de resposta final).

 

101 Mudando Protocolos

Este é provavelmente um dos códigos do servidor mais simples, e que significa que o usuário solicitou a troca do tipo de protocolo usado no servidor da web e o servidor concordou com isso.

Quando você pode aplicar este código? Ao alternar para nova versão do HTTP com o protocolo antigo. Esta solicitação é executada somente se houver um protocolo mais adequado (em outras palavras, se não houver uma versão mais recente do http).

 

102 Processamento

Como a solicitação WebDAV (protocolo de transferência) pode conter não apenas uma consulta, mas também muitas subconsultas, incluindo operações de arquivo, ela pode exigir mais tempo para concluir a solicitação. Quando esse código pode ser usado? Esse código é gerado para notificar o usuário de que ele precisa redefinir o cronômetro e aguardar o próximo comando no modo usual, pois o processamento da solicitação pode levar um longo tempo.

 

2xx Sucesso

 

Mensagens dessa classe informam sobre os casos de aceitação e processamento bem-sucedidos das solicitações dos clientes. Dependendo do status, o servidor ainda pode enviar cabeçalhos e o corpo da mensagem. Em outras palavras, essa classificação de códigos significa que ação solicitada pelo cliente foi aceita com sucesso para processamento.

 

200 OK

O código 200 é provavelmente o mais popular, mas ao mesmo tempo o mais discreto, dada a sua natureza. Isso significa que a troca entre usuários servidor está concluída e que tudo ocorreu como deveria.

Quando esse código pode ser usado? Constantemente!

 

201 Criado

Devido a execução bem-sucedida da consulta, um novo recurso foi criado. Por exemplo, o pedido do usuário levou a criação de um novo recurso, como uma nova página. O servidor de origem deve criar o recurso antes de enviar o código 201. Se o recurso não puder ser criado neste momento, o servidor deverá exibir o código 202 (aceito).

 

202 Aceito

A solicitação foi aceita para processamento, mas não foi concluída por motivo algum. A solicitação pode não ser concluída, dependendo se ela foi rejeitada durante o processamento.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o servidor não pode executar o pedido no momento, ele é aplicado. A solicitação não é inicialmente planejada para execução obrigatória e o cliente não precisa aguardar a transmissão final da mensagem, pois um processo muito longo pode ser iniciado

 

203 Informação Não Autorizada

O servidor processou a solicitação com êxito, mas as informações transmitidas não foram obtidas da fonte primária (backup, outro servidor etc.) e, portanto, podem ser relevantes. De fato, esse código é muito semelhante ao 200, mas indica que a informação não foi obtida da fonte.

Quando esse código pode ser aplicado? Esse código pode ser usado em vez do 200 quando o remetente tem motivos para acreditar que os cabeçalhos de resposta de uma fonte externa podem ser diferentes do que o servidor de origem forneceria.

 

204 Nenhum Conteúdo

Esse código é a resposta enviada pelo servidor para indicar que a solicitação foi recebida e entendida, mas não há dados que possam ser enviados ao usuário. Isso é usado principalmente para permitir a execução de scripts sem alterar o documento. Esse código não deve conter o corpo da mensagem e é incluído na primeira linha vazia do código imediatamente após o cabeçalho.

Quando esse código pode ser aplicado? Esse código é aplicado principalmente para permitir que você insira ou execute qualquer ação sem ter que atualizar o documento (página).

 

205 Reset

O servidor processou a solicitação com sucesso, mas não retorna nenhum conteúdo. Ao contrário de 204, essa resposta exige a solicitação para atualizar o documento.

Quando esse código pode ser aplicado? Normalmente, ele é usado quando um usuário preenche o formulário e o servidor envia uma solicitação aos navegadores para limpar o formulário. É semelhante ao código 204, mas solicitar usuário que redefina o documento após a conclusão – por exemplo, limpe o formulário HTML após a confirmação.

 

206 Conteúdo Parcial

O servidor retorna apenas uma parte do conteúdo correspondente ao cabeçalho enviado pelo cliente. Geralmente ele é usado por ferramentas avançadas de armazenamento em cache quando o usuário solicita apenas uma pequena parte do conteúdo da página, e o servidor em sua resposta fornece dados apenas para essa área da página.

Quando esse código pode ser aplicado? Esse código geralmente é usado por causa da consulta If-Range, que é usada em validadores de cache poderosos. A solicitação também deve incluir a área de cabeçalhos que são usadas como parâmetros para o intervalo de informações de retorno.

 

207 Status Multi

O servidor passa resultados de várias operações independentes de uma vez só, que são colocadas no corpo da mensagem como um documento XML.

 

3xx Redirecionamento

 

Essa classe de códigos de status indica outras ações que devem ser tomadas pelo agente para concluir a solicitação. Os usuários podem realizar ações ou podem incluir várias solicitações ao servidor.

 

300 Múltipla Escolha

Este código informa ao usuário que o recurso foi movido e o servidor responde com uma lista de alternativas disponíveis as quais os usuários podem selecionar o recurso mais adequado.

Quando esse código pode ser aplicado? Normalmente, esse código pode ser visto quando o servidor considera que o URL fornecido pelo usuário (em outras palavras, o navegador do usuário) tem um índice inadequado e oferece escolhas adicionais. Geralmente, isso acontece quando o usuário aplica a URL a um diretório de um nível final e o servidor oferece a opção de arquivos ou diretórios disponíveis no nível subsequente.

 

301 Movido Permanentemente

É uma solicitação de usuário comum. Isso significa que as solicitações para este recurso (assim como todas as solicitações subsequentes) devem ser redirecionadas para URL específico. Quando esse código pode ser aplicado? Quando a página não existe mais ou o link que leva a uma fonte de terceiros não funciona mais. O redirecionamento 301 informa ao usuário que o recurso solicitado foi movido (isso geralmente é feito usando o arquivo .htaccess disponível nos servidores Apache).

 

302 Encontrados

Esse código informa ao usuário que local do recurso solicitado foi temporariamente alterado e o código de status 302 deve conter informações sobre o novo local que usuário também deve solicitar.

Quando esse código pode ser aplicado? Ele tem vários usos, muitos dos quais não são para os quais o código foi originalmente destinado. Inicialmente, era a principal maneira de criar um redirecionamento temporário. No entanto, hoje existem outras maneiras – éticas e antiéticas – de usá-los.

 

303 Consulte Outros

Indica que o recurso solicitado pode ser encontrada por um URL diferente do que foi especificado na solicitação. Isso não significa necessariamente que  algo novo foi movido, esse código fornece apenas o endereço que deve ser solicitado para uma resposta semelhante. Quando esse código pode ser aplicado? Esse método existe principalmente para permitir que a saída de dados de script ativados por POST redirecionem o agente do usuário para o recurso selecionado.

 

304 Não Modificado

Código de status 304 significa que o usuário solicita o documento/recurso somente se tiver sido modificado desde a última atualização do cache desse documento.

Quando esse código pode ser aplicado? Se a resposta do servidor informar que os parâmetros do documento If-modified-since ou If-Match não forem alterados desde a criação do último cache, então não será necessário enviar o recurso.

 

305 Use Proxy

Indica ao usuário que o acesso requisitado para o recurso só é possível somente por meio do proxy específico nas respostas.

Quando esse código pode ser aplicado? Ele é frequentemente exibido em conexão com medidas de segurança acesso aos recursos de URL solicitados.

 

306 Switch Proxy

Originalmente, significa que “solicitações subsequentes precisam usar o Proxy específico“, mas não é usado no momento

 

307 Redirecionamento Temporário

Esse código retornará se o recurso estiver temporariamente disponível para URLs diferentes, que também é fornecido na resposta. 307 é um pouco diferente de 302 – é uma versão mais específica do 302.

Quando esse código pode ser aplicado? Ele é usado nos mesmos casos do 302, mas o usuário precisa continuar a construir a fonte URL nas solicitações subsequentes ou até que o novo código de resposta seja aplicado.

 

4xx Erro de Cliente

 

A classe do código 4XX destina-se a indicar erros por parte do cliente ao fato de que a localização nunca (ou já) existiu. Esses códigos do estado se aplicam a qualquer método de consulta.

 

400 Requisição Inválida

A solicitação não pode ser executada devido a um erro de sintaxe.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando um usuário solicita informações, mas faz isso, negligenciando as regras do protocolo de transferência de hipertexto. A consulta não deve ser repetida sem alterar a sintaxe.

 

401 Não Autorizado

Está associado ao pedido para um recurso que requer autorização. A resposta 401 indica que a tentativa de autorização foi rejeitada com base nos dados fornecidos pelo usuário. Quando esse código pode ser aplicado? Quando usuário solicita de um servidor usando dados de autorização incorretos (nome do usuário e/ou senha).

 

402 Pagamento Necessário

Reservado para futuro. No entanto, o propósito original era que esse código pudesse ser usado em alguma forma de dinheiro eletrônico, para transações, mas isso não aconteceu, e agora não há aplicação para o código.

Mas quando esse código pode ser aplicado? O antigo serviço Apple MobileMe relatava um erro 402 se a conta de usuário no MobileMe fosse suspeita de abuso do serviço. Além disso, o YouTube usa esse status se um determinado endereço IP for capturado com um excessivo número de pedidos e, em seguida o usuário precisa inserir o captcha.

 

403 Proibido

O usuário tenta acessar um recurso ao qual ele não tem acesso e a autorização não altera a situação.

Quando esse recurso pode ser aplicado? Quando o servidor entende o pedido e ele se recusa executá-lo, devido as restrições de acesso do cliente aos recursos especificados. Geralmente, isso acontece quando recurso não é destinado ao acesso público.

 

404 Não Encontrado

Todo mundo está familiarizado com código de erro 404, não é? Isso significa que o recurso solicitado não pode ser encontrado, mas no futuro – quando pode aparecer lá – ele pode ser acessado. Além disso, solicitações subsequentes do cliente são permitidas aqui. No entanto, na maioria desses casos, o código de redirecionamento da família 3XX é usado e o usuário é redirecionado para o recurso local alternativo.

 

405 Método Não Permitido

O método pelo qual a solicitação para o recurso é feita não está disponível. Em outras palavras, um erro ocorre quando você tenta usar um GET em um formulário que requer entrada de dados via POST e usando o método PUT em um recurso somente de leitura.

Quando esse código pode ser usado? Erros 405 ocorrem em conexões com objetos específicos na página da web para qual a solicitação foi feita. Por exemplo, quando a string de consulta no script é diferente da solicitação do usuário, o que implica em usar esse script.

 

406 Não Aceitável

O recurso solicitado é capaz de gerar apenas o conteúdo que não pode ser aplicado aos cabeçalhos Accept na própria consulta. O navegador pode fornecer ao servidor as características dos dados, que serão recebidos no servidor.

Quando esse código pode ser aplicado? No caso em que a forma do arquivo do recurso solicitado não corresponde a um formato que o usuário pode reconhecer. Agora estamos falando de uma linguagem de programação, não outra língua!

 

407 Autenticação de Proxy Necessária

Como código de status 401, o código 407 significa que o cliente deve primeiro ser autorizado por meio de um Proxy. Para fazer isso e autorizar, o Proxy deve retornar um campo com o cabeçalho proxy-Authenticate, que atende  aos requisitos apresentados pelo servidor.

 

408 Tempo de Requisição Esgotou

O tempo limite de transmissão do servidor de retransmissão do cliente expirou.

Quando esse código pode ser aplicado? Guiado pela especificação do W3 HTTP: “o cliente não fez uma solicitação no intervalo de tempo previsto que o servidor estava pronto para aguardar. O cliente pode repetir o pedido a qualquer momento.”

 

409 Conflito

Indica que a solicitação não pode ser executada graças a uma solicitação conflitante recurso.

Quando esse código pode ser aplicado? Você obter esse código ao fazer o upload de arquivo para o servidor da web, onde uma versão mais recente desse artigo está localizada, o que leva um conflito no sistema de controle da versão.

 

410 Gone

O servidor envia esta resposta se o recurso estava localizado anteriormente em uma URL específica, mas foi excluído e agora este usuário não deve repetir a mesma solicitação.

Quando esse código pode ser aplicado? Caso não seja mais possível acessar o recurso por meio desta solicitação, e o servidor não tiver informações sobre o local possível do recurso. Se o servidor tiver uma suspeita de que o documento pode ser restaurado em breve, é melhor para o cliente passar o código 404.

 

411 Comprimento Necessário

A solicitação não indica o tamanho do conteúdo e foi solicitado no pedido perfeito.

Quando esse código pode ser usado? Quando navegador não determina o tamanho do conteúdo solicitado no cabeçalho da solicitação. O servidor não aceitará a solicitação sem campo de cabeçalho e o comprimento de conteúdo deve ser válido.

 

412 Pré-Condição Falhou

O servidor não responde a uma das codificações prévias que o remetente especificou na solicitação. Em outras palavras, um ou mais cabeçalhos de solicitação retornaram com atributo false.

Quando esse código pode ser aplicado? No caso em que o cabeçalho da solicitação que fez um pedido válido para o recurso informa que essa solicitação específica não é aplicável a esse recurso específico.

 

413 Entidade de Solicitação Muito Grande

O código 413 é exibido nos casos em que o servidor se recusa processar a solicitação porque o corpo da solicitação é muito grande.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando usado na forma do método POST com conteúdo maior que o servidor é capaz de processar.

 

414 Pedido URL Too Long

Esse código é exibido quando o servidor não pode processar a solicitação porque o URL específico é muito longo.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando a solicitação POST é convertida em uma solicitação GET. A solicitação POST suporta o envio de uma quantidade ilimitada de dados, ligando-se para solicitar a si mesmo. No entanto, se a solicitação precisar ser convertida em uma solicitação GET, a solicitação autorizará que você vincule os dados do formulário ao URL, o que permite armazenar informações em tamanhos maiores do que estavam disponíveis.

 

415 Tipo de Mídia Não Suportado

Uma resposta 415 é enviada para indicar que o servidor notou que a parte da solicitação foi feita em um formato não suportado.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando a solicitação não especifica nenhum tipo de mídia suportado pelo recurso servidor. Por exemplo, o usuário solicita uma imagem com a extensão de arquivo que não é suportado pelo servidor. O servidor sabe o que foi solicitado, mas não entende o formato em que o recurso foi solicitado.

 

416 Solicitação de Faixa Não Satisfatória

Essa resposta chega ao usuário quando ele aciona uma parte do recurso solicitado e essa parte não pode ser fornecida.

Quando esse código pode ser aplicado? O servidor solicita bytes XXX-YYY de um recurso, mas o recurso é menor do que foi especificado na solicitação.

 

417 Falha na Expectativa

Essa resposta pode ser obtida quando, por algum motivo, o servidor não pode fazer o valor do campo esperando o cabeçalho da solicitação.

Quando esse código pode ser aplicado? Isso é simples. Quando um dos cabeçalhos de solicitação, o cabeçalho “Esperar”, tem uma solicitação a qual o servidor não pode responder.

 

418 Eu sou um Bule de Chá

Este código foi criado em 1998 como uma das tradicionais piadas do April Fools, o IRTF, no RFC 2324, o protocolo de controle do Heap Text Coffee Pot, é impossível de ser aplicado por servidores HTTP modernos. Quando esse código pode ser aplicado? Foi feito há 15 anos atrás para provocar risadas.

 

422 Entidade Não Processável

O pedido foi aceito e compreendido, mas não pode ser realizado devido à presença de erros semânticos.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o servidor aceitou com sucesso o pedido e ele pôde trabalhar com os dados especificados; no corpo da consulta, o documento XML tem a sintaxe correta, porém há um erro lógico, fazendo com que o recurso seja impossível de operar.

 

423 Fechado

O recurso de destino da solicitação está fechado, impedindo que se apliquem os métodos específicos para ele. Para disponibilizar recursos, você precisa desbloqueá-los ou fornecer os dados de autorização corretos.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o recurso está fechado. Geralmente, isso acontece por motivos de segurança.

 

424 Falha na Dependência

Indica que a implementação da solicitação atual depende do sucesso de outra operação e, se não for concluída com êxito, todo processamento da solicitação será interrompido.

 

425 Coleção não Ordenada

Esse código é exibido quando recurso definido nos nas coisas do Protocolo de Coleções Avançadas do WebDAV, mas não está presente no Protocolo de Coletas Ordenadas e de Versão Distribuída na Web.

 

426 Upgrade Obrigatório

Este código é recebido quando o servidor instrui o cliente a atualizar (mudar para um protocolo diferente, mais recente).

Quando esse código pode ser aplicado? Normalmente, quando navegador usa

protocolos obsoletos.

O servidor de origem requer a especificação de pré-condições na consulta. Esse código é projetado para evitar versões conflitantes de recursos nos casos em que o cliente recebe (GET) estado do recurso, o modifica e enviar (PUT) de volta para o servidor e, ao mesmo tempo, alguns terceiros também alteram o local do recurso o que leva a conflitos.

Quando esse código pode ser aplicado? Ao solicitar uma indicação das condições, o servidor, por assim dizer garante aos clientes que eles estão usando uma cópia atual correta do recurso. Se isso não corresponder, o usuário receberá um erro de 428.

 

429 Pedidos em Excesso

Essa resposta é enviada quando um usuário tentar enviar muitas solicitações em um curto período de tempo.

Quando este código pode ser aplicado? Quando o usuário enviar muitas solicitações em um curto período de tempo.

 

431 Campos de Cabeçalho de Solicitação Muito Grandes

Ocorre quando o servidor não está processando a solicitação porque qualquer um dos campos de cabeçalho (ou todos os campos de cabeçalho) é muito grande.

Quando esse código pode ser aplicado? Basicamente, quando o cabeçalho da solicitação do usuário é maior que o servidor é capaz de processar. A solicitação pode ser repetida após o tamanho dos campos do cabeçalho ser reduzido.

 

444 Sem Resposta

É usado em arquivos de log para indicar que o servidor não retornou informações ao usuário e cancelou a conexão. Quando esse código pode ser aplicado? É usado geralmente como um impedimento contra softwares maliciosos.

 

449 Tentar Novamente Com (Microsoft)

É uma extensão da Microsoft, que indica que a solicitação deve ser repetida para uma implementação da ação apropriada.

Quando esse código pode ser aplicado? Esse código geralmente é gerado quando os parâmetros de consulta configurados não correspondem ao que o servidor pode aceitar.

 

450 Bloqueio pelo Controle de Pais do Windows (Microsoft)

Extensão Microsoft. Este erro ocorre quando os parâmetros do Windows Parental Control são definidos para bloquear o acesso a determinadas páginas da web.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando os pais (sabendo dessa função) usam o controle parental, e o id de acesso para o desbloqueio do recurso.

 

451 Indisponível por Motivos Legais

Novo código de status HTTP para recursos que são bloqueados por considerações legais. Usado para indicar que o acesso a recursos solicitado foi bloqueado por motivos legais: por exemplo, pela censura ou pelo governo.

 

5xx Erro no Servidor

 

Código 5XX são alocados para casos de uma operação mal sucedida por falha do servidor. Essas respostas do servidor geralmente são exibidas quando o usuário faz uma solicitação e o servidor não pode ser processado por um ou outro motivo. O servidor deve incluir uma mensagem para o navegador que deve ser mostrada usuário – ele informa que o servidor (por algum motivo) não pode processar a solicitação.

 

500 Erro Interno do Servidor

Esse erro indica um erro do servidor interno e que não se enquadra nos outros erros de classe.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando recurso ou link é criado em um servidor (como um calendário em um sistema de reservas) que não existe tecnicamente como link com o recurso disponível, mas é mostrado ao usuário como um link.

 

501 Não Implementado

O servidor não entende o método de solicitação ou não suporta os recursos necessários para processar a solicitação.

Quando esse código pode ser aplicado? Você pode encontrar o 501, quando o servidor não suporta protocolos de solicitações normais, como GET, OPTIONS, HEAD, POST, etc.

 

502 Bad Gateway

A resposta 502 é exibida quando o servidor, atuando como Gateway ou Proxy, recebe uma mensagem de resposta inválida do servidor upstream.

Quando esse código pode ser aplicado? Normalmente, quando servidores upstream e o Proxy/ Gateway não concordam com os protocolos apresentados na solicitação e, como resultado, ocorre um erro na troca de dados.

 

503 Servidor Indisponível

O servidor está temporariamente impossibilitado de processar solicitações por motivos técnicos. Basicamente, essa condição é temporária.

Quando esse código pode ser usado? Quando o site está com demanda excessiva e o servidor não consegue processar todas as solicitações.

 

504 Gateway Time-Out

O servidor como Gateway ou servidor Proxy não esperam um resposta do servidor upstream para concluir a solicitação atual.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando um proxy / gateway é usado para transferir dados e dois servidores aguardam respostas.

 

505 HTTP Version Not Supported

O servidor não suporta versão do protocolo HTTP especificado na solicitação.

Quando esse código pode ser aplicado? Nos casos descritos acima! Quando protocolo HTTP é mais antigo do que o servidor requer e, portanto, não é suportado.

 

506 Variant Also Negotiates

Essa resposta é enviada quando, como resultado de uma configuração incorreta, a opção selecionada indica a si mesma, o que faz com que o processo de ligação seja interrompido.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o servidor está configurado incorretamente e não consegue processar a solicitação.

 

507 Armazenamento Insuficiente

507 acontece quando o servidor não consegue colocar os dados porque não há espaço suficiente para pedido atual.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o servidor já estiver totalmente carregado e usuário solicitar uma fonte que o servidor já tenha armazenado. O problema é que não há lugar no servidor para armazenar dados da solicitação para enviar a fonte solicitada.

 

509 Bandwidth Limit Exceeded

Esse código de resposta usado quando site limita a restrição de tráfego atribuída a ele.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o Apache executa a extensão corretamente, e o ISP tem um nível de throughput que pode ser excedido em breve. Existem várias opções de limite.

 

510 Não Estendido

510 ocorre quando não há extensões não servidor que o cliente deseja usar. Quando esse código pode ser aplicado? Quando o servidor requer mais informações na solicitação.

 

511 Autenticação de Rede Necessária

Este código de status é exibido se o usuário precisa primeiro ter uma autorização na rede, por exemplo, digitar uma senha para o ponto de acesso à internet paga.

Quando esse código pode ser aplicado? Quando o usuário precisa primeiro dar será sua aprovação aos termos de uso, antes de obter acesso à internet (por exemplo, ao ponto de acesso Wi-Fi).

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (13 votes, average: 5.00 out of 5)
Loading...

Interesting now

Explorar o que é Google PageRank e como usá-lo corretamente

o Google e outros mecanismos de pesquisa estão preocupados em fornecer aos usuários os resultados de pesquisa mais relevantes, há diversos fatores usados para avaliar a relevância da página da

Explore o papel das Meta palavras-chave na otimização SEO

encontre informações úteis sobre o papel das meta palavras-chave hoje em dia. Use as instruções para organizar o trabalho com elas de maneira eficaz.

Esclarecimentos Sobre SEO e sua Relevância para Pequenas Empresas

em uma página onde você não tem experiência com o SEO e não tem funcionários para ajudá-lo, poderá realizar algumas etapas para melhorar o seu SEO por conta própria. Não é tão complicado.

Explore a diferença entre follow e nofollow links para o SEO.

se você é experiente ou novato em SEO, irá cedo ou tarde se perguntar sobre o uso de follow links. Ser um principiante fará com que você reconheça esse tópico. Parece muito complicado? Não se

Equívocos frequentes sobre o Sitemap XML

o Sitemap XML do Google é uma poderosa ferramenta de SEO, muitos especialistas o utilizam em sua prática diária para aumentar a fama das criações online e atrair mais potenciais usuários.

Boas Alternativas Para Quem Está Cansado do Google

O número que você está prestes observar poderá lhe deixar chocado - 65% - é a porcentagem total da população mundial que usa o Google como principal mecanismo de pesquisa. As pessoas

Show more

sent-mail

The password link was sent to you by email

The password changed