Links Rápidos
  1. De que etapa devo criar site?
  2. Escolha o domínio certo para o seu site
  3. Hospedar é meio sucesso
  4. Vamos configurar seu site
  5. Personalize seu site com WordPress
  6. Como adicionar conteúdo ao seu site

Guia prático sobre como criar um site passo a passo em 2021

Guia prático sobre como criar um site passo a passo em 2021

Lançar seu próprio site não é mais uma tarefa difícil. Novas soluções web e funcionalidades constantemente aprimoradas permitem que seu site tenha o mínimo de conhecimento em desenvolvimento web. Os empresários precisam apenas decidir sobre uma idéia e a funcionalidade desejada. O restante é fácil de personalizar e gerenciar com ferramentas da Web ou criadores de sites adequados. Aqui está o seu guia específico sobre como criar um site a partir do zero.

De que etapa devo criar site?

As pessoas lançam sites quando abrem ou expandem seus negócios, apenas para presença online ou aumentar a credibilidade. Mas quando se trata de realização, sempre começamos com a escolha do melhor sistema de gerenciamento de conteúdo.

Fatos sobre CMS popular

Abaixo, você encontrará os cinco principais CMS da web populares atualmente usados no mundo, com algumas estatísticas e descrições curtas. Essa estatística mostra quais plataformas as pessoas constroem seus sites.

  • WordPress – 52,71% dos usuários; 1.160.628 domínios.
  • Joomla – 5,120% dos usuários; 112.754
  • Drupal – 3,875% dos usuários; 85.334
  • Shopify – 3,354% de usuários; 73.861
  • Magento – 2.735% dos usuários; 60.236

Como resultado, mais pessoas preferem criar um site com o WordPress. Vamos descobrir o porquê.

WordPress é a primeira resposta que vem à mente quando alguém se pergunta como criar website. Ele ganhou a reputação de uma plataforma de blog inovadora com alta usabilidade desde o início. As atualizações contínuas o tornaram adequado para uma diversidade de outros formatos. Atualmente, o WordPress é usado para todos os tipos de sites, desde pequenos blogs pessoais a sites de comércio eletrônico em grande escala. É a melhor opção para o lançamento de plataformas com ampla funcionalidade e fácil de gerenciar.

O Joomla possui uma interface amigável e é perfeito para quem precisa de funções e recursos estendidos. Permite criar uma estrutura mais flexível. É adequado para recursos corporativos e de comércio eletrônico.

Drupal é provavelmente o favorito entre os desenvolvedores. Ele permite a criação de sites mais complicados, mas também requer conhecimentos mais sérios no desenvolvimento, dos quais você pode viver sem usar o WordPress ou o Joomla. É usado para plataformas altamente funcionais com design de dados complicado, como fóruns, grandes oficinas, etc. Mas é mais difícil de manter do que o WordPress.

O Shopify é uma plataforma líder de comércio eletrônico para o lançamento de webshops. É tão fácil de usar que um processo de criação de loja virtual é possível sem nenhum conhecimento de programação. É perfeito para empresários que desejam iniciar uma loja sem preocupações ou despesas extras.

Magento é mais uma plataforma de comércio eletrônico que vem com uma longa lista de recursos internos: moedas, idiomas, descontos, relatórios, etc. Também fornece diversos módulos (ou extensões) e modelos. É perfeito para sites de comércio eletrônico e negócios, embora possa ser complicado para um usuário inexperiente.

Plataforma de criação de sites: definição e finalidade

A própria idéia de lançar um novo site deve começar com uma clara compreensão de seus objetivos. Geralmente, inicia-se um site para fins comerciais ou não comerciais.

Você precisa desenvolver um recurso comercial da Web para resolver uma ou várias das seguintes tarefas:

  • venda de itens e serviços;
  • promoção pessoal ou política;
  • compartilhar informações valiosas com o público-alvo para receber renda;
  • criando imagem positiva para empresa comercial.

A criação de sites não comerciais abrange várias outras tarefas: iniciar um blog pessoal, uma plataforma de comunicação, compartilhar conteúdo diversificado entre certos grupos de usuários, manifestar presença on-line para organizações de caridade etc. (o WordPress é perfeito para isso)

Os aspectos técnicos da criação de um site pessoal dependem muito da escolha das ferramentas. Atualmente, existem três maneiras principais de lançar um site por conta própria:

  • construtores de sites;
  • Sistemas CMS;
  • escrever código fonte.

Essa plataforma é uma coleção de scripts e soluções de software para criar site completamente funcional. Eles oferecem soluções complexas para qualquer complexidade.

  • Você pode criar sites de qualquer especialização muito rapidamente.
  • O painel de administração permite editar o design e a funcionalidade do site.
  • Você pode usar um grande número de plugins diferentes e blocos prontos para diversas tarefas.
  • O suporte técnico é bastante simples e não requer nenhum conhecimento de programação.

Um exemplo simples de criação de um site

Vamos discutir as etapas de criação de um site usando o construtor de sites Wix como exemplo para criar um site gratis passo a passo. É perfeito para proprietários de empresas, que não planejam lidar com todos os aspectos do desenvolvimento da Web, criando um site do zero usando código HTML ou descobrir as peculiaridades de trabalhar com a plataforma Wix.

Etapa 1. Registro e login na conta. Você passa em um procedimento de registro simples. Preencher o formulário com os dados necessários ou apenas autorizar com a Conta do Google.

Etapa 2. Escolhendo um modelo básico. O construtor fornece acesso à coleção com mais de 500 temas e modelos gratuitos. Você tem opções suficientes para escolher o que gosta.

Etapa 3. Configurando sua Plataforma. Conclua a configuração adicionando conteúdo.

Escolha o domínio certo para o seu site

Você está pronto para começar seu próprio site? Um domínio é o nome do seu site na web. É o endereço que consiste em duas partes – nome e zona do domínio. O tamanho do seu nome não deve exceder 15 dígitos. Caso contrário, você poderá enfrentar problemas com a indexação. Um nome de domínio deve ser curto, original e ajudar a entender a que seu recurso é dedicado. Não precisa corresponder ao nome do recurso da web, mas é desejável.

Como criar um site com um nome de domínio perfeito? Verifique vários parâmetros para restringir o círculo de idéias. Deveria ser:

  • curto, de preferência 5-6 símbolos;
  • fácil de memorizar;
  • simples para digitação e pronúncia;
  • relacionado a pelo menos um aspecto de sua atividade;
  • localizado em uma zona de domínio regional;
  • sem números ou hífens.

A parte da zona do domínio influencia a velocidade da indexação e a rapidez com que o site será exibido nos resultados da pesquisa. Além de zonas relacionadas a um país em particular, existem outras amplamente utilizadas que não estão associadas à localização:

  • .net – sites com conteúdo relacionado à Internet.
  • .biz – projetos dedicados aos negócios.
  • .info – recursos informativos.
  • .com – projetos comerciais.

Não se esqueça de verificar as informações sobre o domínio: data e disponibilidade do registro. Para esses fins, tente a ferramenta rápida de pesquisa de domínio whois no Sitechecker.pro.

No entanto, após uma onda de domínios com spam, de acordo com Matt Cutts, o algoritmo foi alterado em 2012. O Google se tornou mais cuidadoso ao analisar a correspondência exata de palavras-chave nos nomes de domínio. Para auditar o site completamente, tente a ferramenta de análise de SEO. Agora, não é apenas a presença de uma palavra-chave no domínio que é levada em consideração. Mais atenção é dada à idade do domínio, ao número de backlinks, à sua confiança, ao conteúdo do site e à classificação de outros fatores. Portanto, nosso conselho é óbvio. Não espere que os domínios de marcha exatos (EDM) gerem muito tráfego, você deve trabalhar no seu site, otimizá-lo devido às patentes do Google. Explore a pesquisa sobre “Como o EDM afetou o SEO” é publicada no SearchEngineJournal.

Existem algumas regras convencionais que você deve ter em mente ao criar um nome de domínio:

Torne original e fácil de lembrar.

  • Não use hífens.
  • O nome não deve ser usado por outra marca ou empresa.
  • Use palavras comerciais. Adicione uma parte que indique que seu site é uma loja virtual.
  • Registre um bom nome, apenas por precaução. Se você planeja expandir seus negócios no futuro, registre vários nomes de domínio com antecedência.
  • Adicione solicitações de chave, mas tenha cuidado com as palavras-chave no nome de um site. Há vários anos, representantes do sistema de busca do Google tomaram  conhecimento da implementação do chamado EMD nos algoritmos.

Se você tiver problemas para escolher um nome, poderá usar um gerador pelo kparser.com. Ajudará a escolher um domínio que melhor se adequa a você e a verificar a disponibilidade.

Como funciona? Digite sua palavra-chave e escolha a variante que você mais gosta. Depois verifique se está disponível e comece a trabalhar no site!

Hospedar é meio sucesso

Hospedagem significa um local na Internet, onde estão localizados os arquivos do seu site. Se você faz uma analogia com um mundo offline, a hospedagem na web pode ser comparada ao aluguel de um lugar para abrir uma loja. Somente em vez de metros quadrados, você obtém megabytes, em vez da infraestrutura – o poder do servidor. Ao falar sobre hospedagem, queremos dizer um computador distante onde todos os arquivos do seu projeto estão localizados. Sua diferença em relação a um computador comum está em uma configuração, software e modo de trabalho específicos.

Quais regras a seguir quando você escolhe hospedagem?

Provavelmente, você escolherá o primeiro tipo e tarifa de hospedagem de forma intuitiva e poderá encontrar a melhor opção depois de ganhar alguma experiência. É uma situação comum e é completamente normal. No entanto, há algumas coisas importantes às quais você deve prestar atenção.

  • O equipamento em um data center confiável. Isso significa que o hardware pode funcionar apenas em situações críticas, a maioria das quais é coberta e controlada por engenheiros. Durante trabalhos técnicos, os engenheiros iniciam aplicativos em espera, para que um servidor continue em execução.
  • Backups diários. Nada faz você se sentir confiante sobre o futuro como um backup regular. Se o provedor de hospedagem garantir backups diários, é uma enorme vantagem que garante a integridade dos dados.
  • Apoio, suporte. Usando o chat de suporte no Joomla, WordPress, Drupal, OpenCart é muito conveniente. Esse recurso será necessário se você deseja iniciar, por exemplo, um blog no WordPress sem se preocupar com bancos de dados ou instalar scripts adicionais.
  • Proteção contra ataques DDoS. Este é um dos principais momentos a considerar. Você deve ter certeza de que seu site está protegido contra golpistas.
  • Alto tempo de atividade. O tempo de atividade é um período de funcionamento contínuo de um sistema de computação – tempo que passa de um momento de inicialização para desligar, reiniciar e desligar. É medido em porcentagem e mostra a estabilidade da hospedagem.
  • Acesso FTP. É necessário editar, excluir e copiar pastas e arquivos no servidor.
  • Interface amigável. No caso de falhas de hospedagem, um site não estará disponível. Isso significa que qualquer pessoa que abrir seu site não poderá fazer uma compra ou concluir qualquer outra ação de destino. Se a capacidade operacional estiver inativa por vários dias, isso afetará a visibilidade entre os resultados da pesquisa. As páginas não serão indexadas e sua classificação poderá diminuir. Como resultado, você obtém baixo tráfego na Web, menos usuários e menores vendas.

Se você deseja criar um grande site de comércio eletrônico, leia a diferença entre hospedagem na web e CDN. Existem vários tipos de hospedagem que diferem em alguns recursos e preços.

# 1 Hospedagem virtual

Como funciona? Você obtém um local separado em um servidor físico, onde, além de muitos outros sites, estão localizados. Todos os recursos disponíveis são divididos entre você e todos os outros usuários. Ele cria certas limitações em termos de carga e espaço livre na unidade.

Quem pode usá-lo? Essa solução será perfeita para sites com 1.000-1.500 visitantes diários. Armazenamento e RAM são suficientes para criar vários milhares de páginas do catálogo de lojas virtuais. É possível comprar espaço extra, se necessário. Limitações relacionadas ao carregamento, no entanto, causarão problemas caso o público cresça.

# 2 Servidor virtual dedicado (VPS / VDS)

Como funciona? Você também precisa compartilhar o local e os recursos com os colegas de quarto. No entanto, agora você terá apenas dois ou três deles em vez das centenas. Você também tem a oportunidade de gerenciar diferentes configurações de software no servidor.

Quem pode usá-lo? O preço mensal do aluguel, em média, é de US $ 20 a 50. Esta opção permite lidar com 5.000 a 15.000 visitantes diários.

# 3 Servidor dedicado

Como funciona? Esta opção de hospedagem é a mais cara. Oferece colocar um site em um servidor físico separado, localizado na plataforma de serviços do provedor de hospedagem. Todos os recursos serão usados ​​apenas para dar suporte ao seu site. Tudo o que você precisa fazer é encontrar um especialista que esteja pronto para cuidar da manutenção e fazer todas as correções necessárias.

Quem pode usá-lo? Esta é a solução para grandes plataformas com dezenas de milhares de usuários diários.

Vamos configurar seu site

Depois de concluir todas as etapas listadas acima, é hora de prosseguir com a parte mais importante que está configurada. Mas como construir um site a partir do zero? Vamos usar o WordPress como exemplo, pois é a plataforma de site mais usada e conveniente. Em 90% dos casos, leva pouco tempo para instalar o WordPress. Além disso, muitos provedores de hospedagem oferecem ferramentas para uma instalação automática do WordPress. Então, vamos começar com o guia de instalação!

Bluehost: Guia de Instalação do WordPress

Bluehost é uma das maneiras mais fáceis de instalar o WordPress. Essa é uma funcionalidade direta com todas as funções necessárias, incluindo hospedagem, armazenamento e configuração com um clique. O Bluehost é recomendado pelo WordPress e atualmente hospeda mais de 850.000 sites. Este serviço tem instalação com um clique, para que o processo não seja difícil de entender. Aqui está o seu guia passo a passo.

1. Abra o site oficial do Bluehost. Clique em Login. Crie uma conta ou entre com o Google.

2. Escolha um plano de hospedagem. Existem três opções: básica, positiva e primária.

  • Básico será bom para os iniciantes. Oferece espaço limitado, domínios estacionados e subdomínios, apenas 5 contas de email com 100 MB de armazenamento por cada.
  • Plus fornece espaço ilimitado, subdomínios, contas de correio e armazenamento para cada um. Você também recebe um orçamento para ofertas de marketing e SpamExpert.
  • Prime é geralmente destacado como o recomendado. O primeiro ano tem o mesmo preço que o Plus. Além de toda a funcionalidade Plus, os usuários obtêm as funções
  • Privacidade do Domínio e Site Backup Pro.

3. Digite seu nome de domínio. Se você já possui um, digite-o na linha correspondente. Se você pode obter um com Bluehost diretamente nesta página.

4. Crie uma conta. Preencha o formulário para fornecer as informações necessárias da conta: nome, nome da empresa (opcional), local, email, etc. Verifique tudo. Em seguida, salve e obtenha a conta.

5. Inicie o site. Até agora, você tem uma conta e um nome de domínio. Hora de instalar o WordPress. É uma configuração fácil com um clique que leva você ao estágio “Em breve …”. Vá para “Meus sites” no painel de controle à esquerda para escolher o design, adicionar conteúdo e plugins.

Além de um pacote completo de recursos e navegação intuitiva, o Bluehost oferece bons negócios para iniciantes no WordPress. Você também recebe um prazo de 30 dias sem risco com uma garantia de devolução do dinheiro, caso o serviço não atenda às suas expectativas. Além disso, fornece o melhor suporte 24/7. Certifique-se de escolher o plano certo para seus propósitos.

Personalize seu site com WordPress

Hora de personalizar sua plataforma web no WordPress. Você precisa lidar com as configurações de usuário e administrador antes de abrir o site. Comece com a configuração.

Depois de fazer login na conta de administrador do WordPress, você poderá escolher os itens a serem exibidos no painel de administração. Basta marcar as caixas necessárias. Confira este guia passo a passo sobre como criar um site WordPress:

Etapa 1. Em seguida, configure os parâmetros. Clique em “Parâmetros” (à esquerda) e escolha “Geral”. Aqui você precisa preencher o nome do seu site, descrição, URL e seu email para administração.

Etapa 2. Se os usuários puderem se registrar na sua plataforma, indique-o na seção “Associação”.

Etapa 3. Indique o fuso horário, os formatos de data e hora.

Etapa 4. Vá para “Permalinks” para configurar URLs amigáveis. É conveniente para os usuários e ajuda a evitar problemas de indexação.

Etapa 5. Configure a página de erro 404. Como fazer uma pagina na internet? Será muito útil no futuro. Certifique-se de que um usuário que abriu o link inexistente encontre o que estava procurando.

Etapa 6. Você também pode ajustar a área de trabalho, tornando-a conveniente e configurando uma postagem distante por e-mail.

Etapa 7. É útil instalar serviços de ping que notificarão os rastreadores sobre atualizações de conteúdo e ajudarão a indexar seus recursos mais rapidamente.

Etapa 8. Como criar um site que os usuários visualizem? Personalize a visualização do usuário! Decida o que será exibido na página inicial, quantas postagens serão visíveis antes do botão “Mais” etc. Usar os temas do site WordPress é uma ótima solução.

Etapa 9. Instale os tipos necessários de plugins. Vá para a loja de plugins do WordPress. Você precisará de:

  • um plugin para redirecionar;
  • para gerenciar o arquivo sitemap.xml;
  • para fazer upload de arquivo robots.txt;
  • para instalar idiomas;
  • alguns recursos mais úteis que você pode adicionar após pesquisar em plugins.

A interface intuitiva do WordPress permite personalizar tudo com facilidade e facilita a manutenção do seu site. Além disso, todos os recursos vêm com explicações curtas, para que mesmo os iniciantes possam configurar um site muito rapidamente. Use o painel de controle à esquerda para gerenciar o site.

Como adicionar conteúdo ao seu site

Você está no ponto de partida da sua busca para criar um site. Até agora, tudo está instalado, personalizado e pronto para o lançamento final. É hora de adicionar algum conteúdo e abrir seu site para o mundo. Antes de prosseguir para um guia passo a passo, você deve entender a diferença básica entre as páginas e postagens do WordPress.

Posts do WordPress são publicações de materiais regulares. Os usuários podem visualizá-los e lê-los, comentar, compartilhar nas redes sociais.

As páginas do WordPress são estáticas e fornecem as informações constantes essenciais – contatos, informações sobre e similares. As páginas têm sua própria hierarquia e modelos.

Adicionando conteúdo passo a passo no painel de administração do WordPress

Etapa 1. Crie uma página da web. Comece com o painel do WordPress. Existem três maneiras de fazer isso:

  • Clique em Adicionar → Página.
  • Clique em Páginas → Adicionar novo.
  • Abra todas as páginas, role para baixo, clique em Adicionar novo.

Etapa 2. Adicione texto e imagens no campo de texto. Um editor de texto é simples e familiar para quem já usou o Word, as páginas da Apple ou o Google Docs.

Etapa 3. Em seguida, escreva o URL da página, título e descrição. Clique em Postar. A página aparecerá no site.

Etapa 4. Crie uma hierarquia.

  • Crie mais uma página para usar como categoria principal (por exemplo, Dicas).
  • Adicione uma postagem ou duas, assim como você adicionou uma página antes (por exemplo, “Como iniciar um blog”).
  • Antes de publicar, indique essas dicas como a página pai.

Parabéns! Agora você está a alguns passos do seu site no WordPress. Não se esqueça de fazer melhorias e leia nosso blog sobre como fazê-lo.

Verifique se há erros no seu site

No limits! Upgrade your account to crawl this domain